Temas

Green Building – Construção sustentável certificada

As mudanças climáticas e a escassez de recursos fazem repensar a indústria da construção. É, por isso, necessário optar cada vez mais por edifícios ecológicos, que são desenvolvidos com sustentabilidade como princípio guia. Estão também disponíveis certificações informativas relativas à avaliação dos produtos de construção e dos edifícios.

Construção ecológica como compromisso e desafio

Só temos um planeta. Como vamos mantê-lo sustentável? Como podemos viver, fazer negócios e construir no nosso planeta de a modo que seja habitável para a próxima geração? Agindo de forma sustentável. Esta é a obrigação de cada sociedade, incluindo da indústria da construção. A palavra-chave aqui é Green Building, que significa construção sustentável, cobrindo tudo desde a seleção dos locais para uma construção sustentável até aos materiais cuidadosamente escolhidos, a eficiência energética e os interiores certificados.

O conceito de Green Building pretende preservar o ecossistema e o ambiente, bem como beneficiar as pessoas e a sociedade. Tem, por isso, em conta as relações em constante mudança entre as pessoas, o ambiente da construção e o ecossistema. O objetivo é deixar para trás um mundo intacto para habitação para as gerações futuras.

O princípio orientador da sustentabilidade deve, assim, cobrir todo o ciclo de vida de um edifício – desde o desenvolvimento e planeamento do projeto até à construção, operação, manutenção e desmontagem. Os edifícios ecológicos ("green") caracterizam-se, por isso, por um design ecológico de alta qualidade e por uma maior eficiência dos recursos nas áreas da energia, da água e dos materiais. Os efeitos negativos na saúde e no ambiente ficam, assim, reduzidos ao mínimo.

Smart Buildings – tornar a construção inteligente possível

Excelente qualidade arquitetónica, ambiente de trabalho funcional, gestão sustentável: a sede da ÖAMTC em Viena com o Conselho Alemão de Construções Sustentáveis (DGNB) certifica produtos da GEZE.

Sede da ÖAMTC: planeamento inteligente leva a baixos custos de operação © Sigrid Rauchdobler / GEZE GmbH

Construção sustentável significa, assim, construção inteligente e, em particular, a utilização eficiente da energia e dos recursos e da tecnologia de edifícios automatizada para aumentar o conforto e a funcionalidade. Os edifícios inteligentes proporcionam ambientes confortáveis, ecológicos, altamente tecnológicos, que são muito mais produtivos para viver e trabalhar.

Na prática, o foco principal é geralmente o consumo de energia, uma vez que os custos operacionais das propriedades rondam os 40 por cento de toda a energia necessária na Alemanha. Por exemplo, se 50 por cento dos edifícios antigos fossem modernizados para se tornarem sustentáveis, seria possível reduzir as emissões de dióxido de carbono em 200 milhões de toneladas por ano. Todos os novos edifícios focam-se agora na eficiência energética.

Certificação para edifícios ecológicos

O Empire State Building, o mais famoso edifício do mundo, foi totalmente renovado em 2009. Desde então que é um modelo de sustentabilidade e eficiência energética. Foi premiado com Ouro de LEED em 2011, passando a ser o maior edifício nos EUA a receber um prémio LEED. O LEED é um dos mais conhecidos sistemas de certificação para avaliar a qualidade ecológica, social e económica dos edifícios.

Os edifícios sustentáveis são mais valiosos, têm menos custos de manutenção e de operação. São fáceis de vender ou alugar graças à sua elevada qualidade que é evidente para os proprietários, locatários e utilizadores. Os edifícios certificados podem ser comparados tanto a nível nacional como internacional. Existe uma crescente procura por edifícios certificados.

Foram estabelecidos internacionalmente vários sistemas de certificação para a construção sustentável. Todos eles avaliam os edifícios com base num catálogo específico de critérios, mas utilizam diferentes ponderações e assentam nas normas e nos regulamentos típicos nacionais.

Os mais conhecidos sistemas de classificação de edifícios ecológicos são

  • o sistema de certificação britânico BREAM (Método de Avaliação Ambiental do Estabelecimento de Pesquisa de Edifícios),
  • o sistema de certificação LEED (Liderança em Design de Energia e Ambiental) do Conselho da Construção Sustentável dos Estados Unidos,
  • e o sistema de certificação DGNB (Conselho Alemão da Construção Sustentável).
     

Estas certificações permitem aos operadores de edifícios e aos proprietários seguir o procedimento estrutural para tomar medidas práticas e mensuráveis para o planeamento, a construção, a operação e manutenção de construções sustentáveis. São agora aplicadas em todo o mundo.

EPD – Declaração das propriedades dos produtos relevantes a nível ambiental

Etiqueta de certificação EPD

Etiqueta de certificação EPD

Os edifícios ecológicos utilizam materiais ecologicamente seguros e de baixas emissões. A informação para o mercado alemão é fornecida pela indústria do material de construção ao abrigo do IBU (Institut Bauen und Umwelt e.V.) recorrendo a Declarações de Produto Ambiental (EPDs).

Uma EPD fornece informação ambiental quantificada sobre o ciclo de vida de um produto, de modo a permitir uma comparação entre produtos com as mesmas funções. Uma EPD baseia-se em dados independentemente verificados das avaliações ecológicas do ciclo de vida, avaliações especializadas ou módulos de informação que satisfazem a série de normas ISO 14040.

O Instituto Alemão da Construção e do Ambiente (IBU) e o Instituto da Tecnologia de Janelas em Rosenheim são intermediários publicamente reconhecidos do programa na Alemanha e criam e publicam EPDs para o setor da construção.

O procedimento para a produção de EPDs desde 2005:

  • Os fabricantes criam uma avaliação ecológica para os seus produtos e apresentam esses dados como uma EPD de acordo com a norma europeia.
  • O IBU manda a informação a peritos independentes para ser verificada e a EPD é então publicada.
     

As EPDs descrevem materiais de construção, produtos ou componentes em relação ao seu efeito sobre o ambiente com base na avaliação ecológica e nas respetivas propriedades técnicas e funcionais. Esta informação refere-se ao ciclo de vida total do produto de construção. É identificado o consumo de energia necessário para o fabrico e as emissões que isso produz, a durabilidade e a capacidade para desmontar e reciclar.

As EPDs formam a base de dados para a avaliação da sustentabilidade dos edifícios, por exemplo, através dos sistemas internacionais de avaliação BREEAM e LEED, ou os sistemas operados pelo DGNB ou o Ministério Federal da Construção.

Os interessados podem pesquisar na página Web do IBU pela EPD de um determinado produto ou as EPDs de um fabricante específico. Os planeadores do projeto podem selecionar o projeto de construção com o menor impacto ambiental.

Ir para a página Web do IBU

As três certificações-chaves da construção

Os sistemas de certificação examinam e certificam a sustentabilidade de edifícios inteiros. O selo alemão DGNB e o certificado americano e canadiano LEED estão atualmente a concorrer para ver qual será reconhecido como o sistema de certificação mais abrangente. Por exemplo, a Deutsche Bank decidiu certificar todos os seus edifícios empresariais, sobretudo os edifícios mais novos, de acordo com DGNB e LEED, de modo a poder comparar o seu portefólio de propriedade internacional.

Todas as três etiquetas seguem o mesmo procedimento básico. Os edifícios requerentes devem satisfazer um número grande e complexo de requisitos. Os vários critérios são avaliados recorrendo a um sistema de pontos atribuídos ao edifício. É efetuada uma avaliação a partir de todas as categorias e subcategorias, que indicam o quão sustentável é o edifício.

Como empresa que consagrou a sustentabilidade como linha orientadora e que contribui ativamente para a construção energeticamente eficiente, a adesão ao DGNB é uma escolha óbvia.

Brigitte Vöster-Alber, Sócia-Gerente da GEZE

Os mais importantes sistemas de avaliação Green Building: BREEAM, LEED, DGNB

A sustentabilidade dos edifícios tem vindo a tornar-se muito importante nos últimos anos. Os sistemas de certificação para edifícios sustentáveis estão a ganhar reconhecimento, juntamente com o desenvolvimento de novos critérios e sistemas de avaliação. É atribuído um certificado de edifício quando são cumpridos os requisitos de qualidade especificados e publicados por uma organização. Estas certificações são principalmente utilizadas para garantir a qualidade e para comunicar publicamente que a respetiva etiqueta foi obtida. Investidores, proprietários, inquilinos e utilizadores podem avaliar a qualidade de um edifício com base na sua certificação. Os três selos selecionados são difíceis de comparar, uma vez que os fatores são ponderados de maneira diferente.

Bases de dados online para produtos de construção ecológicos

Os produtos de construção contribuem significativamente para a sustentabilidade dos edifícios. Se os planeadores ou proprietários quiserem ganhar a certificação, têm de marcar os produtos que satisfazem os requisitos de certificação. As bases de dados online ajudam na procura do produto e na verificação do órgão de certificação. Os fabricantes podem documentar o seu compromisso na área da sustentabilidade.

  • IBU.data
    Uma base de dados fornecida pelo Instituto da Construção e do Ambiente (IBU) que fornece os dados ecológicos das declarações de produto ambiental (EPDs) em formato XML. As EPDs podem ser, assim, utilizadas para calcular a avaliação ecológica de um edifício.
  • DGNB Navigator
    O navegador DGNB também apresenta produtos de construção com declarações de produto ambiental (EPDs), bem como uma informação completa. O navegador DGNB faz a ponte entre os produtos de construção e o sistema de certificação DGNB para edifícios ao fornecer os dados exigidos para a certificação do edifício.
  • greenbuildingproducts.eu
    Uma base de dados para produtos que foram avaliados de acordo com os critérios de DGNB, LEED ou BREEAM. A base de dados dos produtos fornece aos profissionais da construção a informação exigida e os documentos de verificação relativos aos produtos em questão num formato já pré-preparado. As vantagens incluem: poupança de tempo quando se procuram produtos e evidência de compilação, segurança de planeamento para Projetos de Edifício Ecológicos e provisão de todos os documentos de evidência relevantes.
  • building-material-scout.com
    Plataforma de serviço para projetos de edifícios ecológicos. A BMS oferece uma ferramenta abrangente para o planeamento e a implementação de edifícios ecológicos – desde a avaliação automatizada de produtos de acordo com os critérios de sustentabilidade comuns DGNB, LEED ou BREEAM, passando pela procura simples e rápida de produtos com todos os documentos de apoio relevantes até à documentação do projeto.

Construção sustentável com GEZE

Os acionamentos e comandos inteligentes da GEZE garantem um arejamento e ventilação que poupa energia e ecológica.

Acionamentos e comandos da GEZE para a construção sustentável © GEZE GmbH

A GEZE apoia a construção sustentável como um membro ativo do Instituto para a Construção e o Ambiente (IBU) e do Conselho Alemão da Construção Sustentável.

Desde o desenvolvimento do produto, passando pela produção, vendas, manutenção até ao serviço pós-venda, a GEZE trabalha de acordo com as mais recentes normas ambientais. O nosso sistema de gestão de qualidade está certificado de acordo com a norma DIN EN ISO 9001.

A longevidade dos produtos da GEZE é evidência da sua sustentabilidade. Com uma grande fatia de matéria-prima de metal, os produtos da GEZE são altamente recicláveis e, por isso, excecionalmente ecológicos. Eles também dão um grande contributo aos edifícios energeticamente eficientes. Os sistemas automáticos de portas GEZE fecham eficazmente, reduzem a perda de calor ou ar frio pela abertura da porta.

Os sistemas automáticos de janelas também fazem parte do sistema de ventilação e arejamento, que utiliza a entrada de ar fresco, os efeitos do vento e a tecnologia térmica. Isto também é considerado nas normas de energia mais baixa válidas na UE, que são estipulados pelo Decreto de Poupança de Energia na Alemanha. Os automatismos inteligentes com os mais recentes comandos da GEZE garantem uma ventilação através do simples toque num botão. Podem ser combinados com sensores que abrem e fecham automaticamente as janelas, quando é preciso. A ventilação natural e o arrefecimento noturno também ajudam a arrefecer naturalmente os edifícios e a reduzir a utilização de unidades de ar condicionado.

A GEZE apoia os conceitos de energia sustentável com soluções de sistemas interligados e com a integração dos automatismos da GEZE na tecnologia de edifícios ou nos sistemas de gestão de edifícios (que coordenam e monitorizam os sistemas de janelas). O sistema de automação do edifício GEZE Cockpit para a tecnologia de portas, janelas e segurança tem um papel importante na poupança de energia e torna os edifícios inteligentes e ecológicos.

Os produtos da GEZE satisfazem os critérios DGNB e LEED

A GEZE publica voluntariamente muita informação nas declarações de produtos ambientais (EPDs) relativamente aos seus produtos. A plataforma EPD do Instituto Alemão da Construção e do Ambiente (IBU) apresenta EPDs para sistemas de molas de portas TS 4000 e 5000 e automatismos de portas ECdrive e Powerturn, bem como produtos como o trinco da claraboia OL 90 N, o nosso sistema de portas carrossel TSA 325 NT e muito mais.

Os produtos da GEZE fornecem evidência de conformidade com os critérios de DGNB e LEED através das EPDs e, por isso, constam das bases de dados online DGNB Navigator e greenbuildingproducts.eu com os respetivos certificados. Os certificados provam o número de pontos com que um produto da GEZE pode contribuir para a certificação DGNB e LEED bem-sucedida de um edifício. Deste modo, a GEZE apoia os seus clientes na obtenção do certificado Green Building.

Produtos certificados facilitam o planeamento

A representação transparente e evidente das propriedades dos produtos (EDPs) é importante para a GEZE.

Os produtos da GEZE satisfazem os critérios DGNB e LEED. Isto é cada vez mais importante para os arquitetos quando planeiam edifícios ecológicos energeticamente eficientes.

A GEZE dá apoio ao planeamento e à criação de edifícios ecológicos – tanto com edifícios novos como na renovação de edifícios existentes.

Sustentabilidade dos produtos GEZE

Desde o desenvolvimento do produto, passando pela produção, vendas, manutenção até ao serviço pós-venda, a GEZE trabalha de acordo com as mais recentes normas ambientais. O sistema de gestão ambiental da GEZE está certificado de acordo com a norma internacional DIN EN ISO 14001. A GEZE apoia a construção sustentável como um membro ativo do Instituto para a Construção e o Ambiente (IBU) e do Conselho Alemão da Construção Sustentável.

A sustentabilidade de todos os produtos e sistemas da GEZE é já evidente na sua longa vida útil, que se baseia no material premium e na qualidade da produção. Por exemplo, fomos capazes de implementar a automação do processo com quantidades mínimas de lubrificação, evitando assim a utilização de lubrificantes de refrigeração. Só é precisa uma quantidade muito pequena de uma mistura de ar e óleo. Tal garante condições sustentáveis, eficientes e económicas nos estabelecimentos de produção da GEZE em todo o mundo.

Para além dos aspetos positivos do equilíbrio ecológico, as molas de portas têm já uma longa vida útil graças ao seu funcionamento. Estas evitam que as portas fiquem abertas inadvertidamente e contribuem para a eficiência energética do edifício.

Informação transparente sobre os produtos e a produção

A sustentabilidade é um dos nossos princípios orientadores. Desde o desenvolvimento do produto, passando pela produção, vendas, instalação até ao serviço pós-venda, operamos acordo com as normas de sustentabilidade. Os nossos produtos de alta qualidade combinados com a nossa gestão e apoio abrangentes em todas as fases da construção são uma assistência valiosa para os nossos clientes e parceiros. Estes facilitam o planeamento dos edifícios sustentáveis e a respetiva certificação, que é cada vez mais importante, no mercado dos edifícios ecológicos em franco crescimento. Damos grande importância ao fornecimento de informação transparente sobre os nossos produtos e os respetivos dados ambientais.