Temas

Controlo de acesso eletrónico – flexível e seguro

O controlo de acesso recusa o acesso a pessoas não convidadas e permite a passagem a pessoas autorizadas. A questão é: quem está autorizado a entrar onde e quando? – Afinal, está em causa a segurança das pessoas, dos bens e dos dados.

Pare! Por favor, mostre a sua identificação!

Estas palavras ou semelhantes foram uma vez utilizadas para evitar que pessoas desconhecidas ou não autorizadas passassem as fronteiras, acedessem a fábricas ou aos portões de edifícios governamentais. O pessoal de segurança e os porteiros muitas vezes ainda continuam a controlar quem está autorizado a passar por uma porta e quem não está.

Os edifícios empresariais, escritórios e armazéns guardam muitos bens e dados que necessitam da máxima proteção contra roubo, espionagem e vandalismo. Os funcionários que acedem regularmente e com autorização a um edifício são já conhecidos pelo porteiro ou têm chave. Mas as chaves são já uma coisa do passado pois os modernos sistemas de segurança já não têm chave, o que os torna mais convenientes e seguros.

Os modernos sistemas de controlo de acesso regulam eletronicamente quem vai onde dentro do edifício ou local e quando. Estes estão adaptados ao tipo de empresa, aos seus processos operacionais e aos fluxos de tráfego.

Por exemplo, os hospitais, as farmácias, os centros de dados, os aeroportos e os bancos têm áreas particularmente sensíveis que têm de ser protegidas contra o acesso não autorizado. Em hotéis, apenas os hóspedes do hotel estão autorizados a aceder ao seu quarto ou às áreas de bem-estar. Contrariamente, as lojas concedem a todos os utilizadores acesso durante as horas de negócio, mas apenas permitem o acesso a pessoas autorizadas fora desses horários. Enquanto todos os funcionários precisam de ter acesso em empresas de produção, apenas certas pessoas devem poder aceder a áreas perigosas ou altamente confidenciais, por exemplo.

Identificação por meio de identificação, biométrico ou PIN

São utilizados os seguintes meios de identificação como "códigos" para identificação e verificação nos sistemas de controlo de acesso:

  • Telemóvel (via Bluetooth)
  • PIN (introduzir um número num fecho com código)
  • Biométrico (por exemplo, impressão digital, palmas das mãos, características faciais)
  • Cartões de identificação, chaveiro ou pulseira com transponders que podem ser lidos sem contacto

Componentes de um sistema de controlo de acesso

Os sistemas de controlo de acesso são compostos por, pelo menos, três componentes. O meio de identificação, por exemplo, um documento de identificação ou característica biométrica. O leitor (de cartão), que regista as informações de identificação ou os dados e encaminha os mesmos para o comando da porta ou o comando do controlo de acesso (ACU) para avaliação. O comando do controlo de acesso verifica a autorização de acesso e concede ou nega a libertação da porta, mesmo sem uma conexão permanente às aplicações do controlo de acesso. Se a verificação der positivo, um automatismo de porta elétrico, uma fechadura do motor ou, caso se aplique, um trinco elétrico concede acesso.

Há fechaduras adicionais e contactos da fechadura conectados ao contacto da porta para monitorizar o estado das portas (fechada, bloqueada, aberta). Isto identifica qualquer manipulação e tentativa de entrada e ativa os alarmes.

Os modernos sistemas de controlo de acesso podem gerir os direitos de acesso acima descritos, tanto online como offline. Os sistemas offline consistem em canhões de fechadura digitais e ferragens de corrediça e, contrariamente a um sistema online, as autorizações são guardadas no cartão de identificação.

Vantagens dos sistemas eletrónicos de controlo de acesso

  • não é preciso mudar nada no sistema inteiro, se o meio de identificação se perder; é permitida uma suspensão imediata do transponder perdido ou o cartão de identificação
  • visão permanente sobre todas as autorizações de acesso ao pessoal
  • podem ser definidos numerosos perfis de acesso
  • podem ser feitas alterações às autorizações sempre que se quiser
  • Proteção de bens e dados através do acesso controlado: o pessoal e os visitantes têm um acesso individual a áreas específicas a certas horas
  • geração de um alarme no caso de manipulação ou tentativa de acesso não autorizado
  • deixa de haver portas "esquecidas"
  • também se podem interligar controlos de acesso e registos do tempo

GEZE: soluções ideias para conceitos de segurança individuais

Sistema de controlo de acesso com leitor de área ampla RFID

Sistema de controlo de acesso com leitor de área ampla RFID © Dirk Wilhelmy / GEZE GmbH

A GEZE fornece soluções de controlo de acesso individuais adaptadas ao respetivo setor e às necessidades específicas do cliente. Cada solução é compilada para um determinado cliente a partir de uma gama dos produtos da GEZE.

Sendo uma solução de sistema compacta baseada na Web com todos os componentes relativos a portas, os sistemas de controlo de acesso GEZE satisfazem os requisitos dos modernos sistemas de identificação. Aos visitantes e ao pessoal é concedido acesso a áreas especificas, a determinadas horas – e os direitos de acesso podem ser alterados muito rapidamente para cada porta individualmente. As dimensões mínimas dos comandos de controlo de acesso e a integração dos leitores de identificação nas instalações do edifício deixam muito espaço para a liberdade do design da porta. Os sistemas de controlo de acesso GEZE podem ser utilizados para portas únicas e também para sistemas de portas interligadas.

Ir para sistemas de segurança GEZE

Leitores RFID da GEZE

O leitor RFID GCER 100 é um sistema de controlo de acesso para a operação autónoma. O sistema consiste numa unidade de comando e num leitor. Os cartões de identificação, os chaveiros ou as chaves do carro podem ser utilizados como meio de identificação. Uma vez que está limitado a um máximo de 100 meios de identificação armazenáveis, o leitor RFID GCER 100 é a solução ideal para edifícios mais pequenos, onde um número limitado de pessoas requer acesso autorizado.

Ir para o leitor RFID GEZE GCER 100

A solução generalizada GCLR é utilizada como um controlo de acesso ou de entrada, ou como um sistema de proteção pessoal. Consiste no leitor GCLR de ampla gama que está posicionado perto da porta e num transponder suportado pelo utilizador. O sistema permite aceder a áreas e corredores específicos que são monitorizados e controlados.

A GEZE combina o controlo de acesso com os caminhos de saídas de emergência

Barra antipânico para abrir facilmente a saída de emergência, com fecho antipânico

Barra antipânico para abrir facilmente a saída de emergência, com fecho antipânico © Jürgen Pollak / GEZE GmbH

Determinar e controlar quem está autorizado a entrar num edifício faz parte do design de segurança do edifício. Mas a segurança não é apenas o acesso, pois tem também de considerar as saídas de emergência de um edifício em caso de perigo. Numa emergência, qualquer pessoa deve poder ser capaz de sair – mas nem todos devem poder ser capazes de entrar por uma saída de emergência. A proteção não pode existir à custa da segurança.

Os fechos de motor GEZE com uma função antipânico desbloqueiam as portas, através do motor, em resposta a um sinal do sistema de controlo de acesso, por exemplo. Podem também ser desbloqueados mecanicamente a qualquer momento no caso de uma emergência. Depois da utilização, a função autoblocante bloqueia a porta novamente em conformidade com os requisitos de segurança.

Ir para IQ locks da GEZE

O sistema de saídas de emergência GEZE SecuLogic é o resultado de uma combinação de vários componentes do sistema GEZE, por exemplo, automatismos de portas automáticas, molas de porta, fechos de motor, trincos da porta de emergência, sistema de alarme de perigo e incêndio ou sistemas de controlo de acesso, utilizando todos a unidade de comando da porta TZ 320 como o "cérebro" do sistema. Este sistema satisfaz todos os requisitos a partir de uma solução de sistema extremamente moderna, fiável e orientada para o design. O sistema do caminho de saída de emergência SecuLogic satisfaz os requisitos da Diretiva Alemã dos Sistemas de Bloqueio Elétricos em Portas de Saídas de Emergência (EltVTR). Proteção eficaz e garantida de bloqueio conforme o seguro contra roubo, abertura rápida num acesso de emergência e controlado.

Ir para unidades de comando de portas GEZE

Controlo de acesso interligado em Smart Buildings

Interligação inteligente: sistemas de portas de segurança multifuncionais

Interligação inteligente: sistemas de portas de segurança multifuncionais © Jürgen Pollak / GEZE GmbH

O controlo de acesso pode ser também interligado em sistemas de gestão de edifícios, tais como a sede da empresa recentemente construída de Vector Informatik em Estugarda. Para possibilitar a constante monitorização e operação de mais de 180 sistemas multifuncionais de portas de segurança, todos os sistemas de portas automáticas no novo campus TI de Vector Informatik estão interligados via um módulo de interface no sistema de gestão de edifícios BACnet.

A GEZE fornece soluções de interligação digitais à medida. Como parte disso, certas caixas de distribuição servem de pontos de interseção central, onde se juntam todos os cabos e o módulo de interface BACnet. A estrutura uniforme das caixas de distribuição dota o gestor do edifício de uma vista geral das interfaces com outros dispositivos em cada porta e, por conseguinte, de toda a tecnologia de edifícios interligada.

Ir para o estudo de caso Vector da GEZE

Pacotes completos específicos do setor

Os objetos de porta GEZE BIM ajudam no planeamento do edifício ou, mais especificamente, no planeamento da porta. Os nossos arquitetos também dão assistência em termos de requisitos de acesso individuais e específicos do setor, para os quais reunimos soluções específicas. Com os seus profissionais especializados na indústria e muitos anos de experiência no mercado, a GEZE tem os conhecimentos de que precisa.

Os clientes recebem da nossa parte o pacote completo: consulta, desenvolvimento de soluções, planeamento de projetos, produtos, instalação e serviço pós-venda.

A automação de edifícios é o futuro – e o controlo de acesso da interligação na gestão de edifícios é precisamente o que fazemos. A interligação permite a constante monitorização dos estados das portas e permite intervir, se necessário.

Formação básica e formação em instalação

A GEZE fornece formação sobre os temas do controlo de acesso, iQ locks e da tecnologia de segurança; não hesite em perguntar sobre as formações. 

Ajuda rápida

O controlo de acesso é um tema delicado, especialmente quando nem tudo funciona como devia. Também aqui pode confiar no seu parceiro GEZE. A GEZE Service disponibiliza rapidamente assistência e soluções, contratos de assistência, bem como uma assistência imediata se precisar. A nossa grande equipa global está pronta para ajudar.

A GEZE também tem inúmeras ferramentas para ajudar no planeamento da porta.